Categories
Uncategorized

(Caso Real de Infetado) O porquê dos casos não baixarem, e do Stayaway Covid nunca ser possível funcionar…

1: Na passada segunda feira, dia 12, a minha mãe apresentou alguns sintomas de Covid. Uma colega do escritório (pequeno gabinete contabilidade) apresentou sintomas iguais.

De todos (penso que são 6) apenas as 2 que tinham sintomas realizaram teste. Ridículo.

Realizaram-lhe o teste no hospital (após Saúde 24), e foi para casa, para isolamento à espera do resultado, num quarto separado.

Na terça, dia 14, só dois dias depois, recebeu a notícia de resultado positivo. Recebeu um relatório via email, com o resultado laboratorial. Código Stayaway Covid, inexistente, nos vários emails trocados com os diversos postos de saúde (hospital, e posteriormente centro de saúde.)

Todas as pessoas que poderiam ser alertadas via app, não o serão porque não existe código para introduzir na app.

2: Não existiu qualquer referenciação (da cadeia) por parte do SNS.

Tanto eu como o meu pai, não fomos referenciados, não houve questionário, nem nenhum telefonema à nossa parte. Não estamos referenciados, nem em nenhuma quarentena obrigatória. Estou assintomático, não sei se estou positivo ou negativo.

Estou neste momento em 10 dias de isolamento, por vontade própria, segundo as novas normas da DGS (que alterou de 14 para 10 dias).

Portanto pergunto…
Como é possível quebrar cadeias de transmissão se não há rastreamento, nem referenciações? Se não seguem o fio de transmissão, até que este termine? Portugal limita-se a testar os sintomáticos, mandando-os para casa, ignorando todos os outros possíveis contágios…

Dando o exemplo do escritório, seriam 6 pessoas (se todas positivas) possíveis de alertar via app. Assim seriam só 2.

Que nem conseguiram. Porque não existiu código.

submitted by /u/International_Dark95
[link] [comments]