Categories
Uncategorized

Jovens irresponsáveis andam a comprar casas fora do seu plafond, ou é normal e tem de ser mesmo assim? [Debate]

Tenho andado à procura de casa para comprar apenas em meu nome. Apesar de ganhar bem e ter emprego estável, parece-me que sou sempre ultrapassado por casais mais jovens, mesmo que ganhem mal e tenham empregos mais precários.

Na última casa em que fiz uma proposta foi assim. Estava a negociar o preço com o comprador quando entretanto apareceu um casal que conseguiu financiamento bancário à justa e ofereceu o valor que o vendedor queria, e eu não acompanhei. Segundo o que comprador me disse esse casal conseguiu empréstimo para 40 anos com uma taxa de esforço a bater nos 40%, apesar de nenhum deles ganhar nada por aí além.

Se um dia a coisa correr mal e um dos membros do casal perder o emprego, ou se se separarem, ou se os juros subirem um pouco..lá se vão as prestações ao banco e ficam sem a casa. Mas entretanto têm uma casa para dormir e como vai ser a unica casa do agregado o banco vai demorar anos a tirá-los de lá.

Quando finalmente sairem da casa, a casa é novamente posta à venda. Provavelmente aparece outro jovem casal com rendimentos baixos que estica ao máximo o prazo do empréstimo e oferece mais pela casa do que alguém mais responsável, e o ciclo repete.

Faz sentido termos jovens casais por exemplo com rendimentos de 1000€ cada a pagar prestações de 800€ mensais ao banco por casas de 300 ou 350 mil em Lisboa ou no Porto? Ou a ganhar o salário minimo cada um e a oferecer 200 mil por uma casa noutro ponto do país?

Provavelmente 60 ou 70% destes casais não vão ter problemas e vão conseguir cumprir as suas obrigações. Os outros 30 ou 40% não, e entretanto acabam por estragar a compra de casa das outras pessoas mais responsáveis.

Mas se calhar a vida é mesmo assim. As rendas estão altas, tem de se arriscar e vale tudo…

submitted by /u/Xaimekicker
[link] [comments]