Categories
Uncategorized

Salário português e a independência

Vou lançar alguns dados para um pequeno debate:

Salário médio bruto em Portugal 2019: 1276€ (liquido 936.64€) fonte

Salário mínimo bruto: 635€ (liquido 565.15€)

% de pessoas a receber o SMN: 21.6% fonte

Os valores abaixo são valores médios, considerando capital e interior do país:

Número de quartos e localização do apartamento Custo

Apartamento de um quarto no centro da cidade 611,49€

Apartamento de um quarto fora do centro da cidade 451,33€

Apartamento de três quartos no centro da cidade 1.109,86€

Apartamento de três quartos fora do centro da cidade 764,18€

Porto

Preços de quarto (casa compartilhada, com contas incluídas): entre 300€ e 450€.

fonte

Para quem quer ser independente e viver na sua casinha ainda terá que pensar em comprar móveis, além de pagar as utilities (água, luz, gás, internet), comida e algum vestuário de longe a longe.

As minhas perguntas para reflexão:

  • Como é que alguém consegue viver relativamente bem neste país e ficar com uma boa poupança no fim do mês com esta média de salários? (viver relativamente bem significa fazer pelo menos umas férias por ano por uma ou duas semanas dentro ou fora do país sem nada de luxos, poder investir em estudos, poder jantar fora algumas vezes sem ter que pensar que não pode ir ao lugar X ou Y porque são caros, pagar ginásio ou equivalente etc)
  • Muito se critica os portugueses por não lerem mais, não irem ao teatro e afins, mas quem é que vai priorizar a cultura se a prioridade é andar a contar as esmolas o mês todo?
  • Já sei que muitos irão falar em casais, sim um casal com o SMN pode viver junto, ainda que, de forma contida, é verdade, mas e se a pessoa for singular perde o direito a querer viver só? Tem que sair da prisão dos pais para ir para a prisão do casamento para obter a “independência”?
  • Não vos faz confusão passar numa loja e evitar comprar algo porque têm que poupar para manter a da casa, utilities ou para comer?
  • Não vos faz confusão ganhar dinheiro que é apenas o suficiente para se manterem minimamente aptos para trabalhar em vez de viverem a vida ao máximo?
  • Onde é que entra a parte da poupança para o futuro caso não tenham reforma a partir dos 65 ou seja demasiado baixa para essa era?

submitted by /u/neapo
[link] [comments]