Categories
Uncategorized

TIL: Curiosidades sobre códigos postais portugueses

Curiosidades sobre os Códigos Postais Portugueses

Os códigos postais portugueses eram inicialmente 4 dígitos apenas, na década de 90 foram acrescentados 3 dígitos para aumentar a eficiência da distribuição do correios. No entanto existem vários factos interessantes sobre os códigos postais que pode ou não saber.

A distribuição geográfica dos códigos postais A distribuição do primeiro dígito do código postal basicamente começa com o 1 em Lisboa, 2 na AML e sobe pelo litoral até chegar ao distrito de Braga (4) descendo depois pelo interior até chegar ao Alentejo (7) e Algarve (8), o número 9 é reservado para as Ilhas dos Açores e Madeira.

Ver mapa aqui: https://en.m.wikipedia.org/wiki/File:Postal_Codes_of_Portugal.png

Códigos postais reservados para entidades Instituições e organizações tais como Repartições de Finanças, Conservatórias, Tribunais, Escolas, Faculdades, Universidades, Juntas de Freguesia, Câmaras Municipais, Ministérios, Secretarias de Estado, Lojas CTT, Lojas de Cidadão, Centros de Emprego e empresas que por qualquer razão comerciais assim o decidam e contactem os CTT podem ter um código postal exclusivo para si. Empresas com uma forte presença no comércio online e que recebem várias encomendas com devoluções, normalmente têm um código postal dedicado. Na teoria quando utiliza um destes códigos postais, a artéria e o número da porta é irrelevante, dado que os CTT já sabem que com aquele código postal específico, quem será o receptor da correspondência.

Os 4 primeiros dígitos dos códigos postais destas entidades podem terminar com qualquer dígito no entanto existe uma distribuição mais predominante de alguns números (terminados em 0, 1, 4, 5 e 9) e menos predominantes de outros números (terminados em 6, 7, 8). Códigos Postais terminados em 3 existe apenas um que pertence à “TIFFOSI” e terminado em 2 não existe nenhum.

O número de entidades por cada dígito final dos 4 primeiros dígitos é o seguinte: número 0 (1103 entidades), 1 (161), 2 (0), 3 (1), 4 (1122), 5 (266), 6 (24), 7 (5), 8 (25), 9 (1843).

De notar no entanto que para códigos postais terminados em 0 ou 5, a única entidade que lhe está associada é o próprio CTT (Lojas CTT, Postos de Correios, Centros de Distribuição Postal, etc) e normalmente nestes códigos postais os 3 últimos dígitos do código postal terminam com um valor entre 995 e 999 ou 000 (Centros de Distribuição Postal ou de Apoio à Distribuição)..

Exemplos de entidades: 1100-000 – Centro Distribuição Postal (CDP) 1100 (LISBOA) Lisboa 8501-857 – CONSERVATÓRIA DO REGISTO CIVIL E PREDIAL (Portimão) 4763-001 – TIFFOSI (Lousado) (único código postal terminado em 3) 9054-530 – 2ª REPARTIÇÃO DE FINANÇAS (Funchal) 2825-999 – LOJA CTT COSTA DE CAPARICA (Costa de Caparica) 1886-502 – COMANDO METROPOLITANO DA PSP DE LISBOA (Moscavide) 1067-001 – FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN (Lisboa) 1998-017 – VODAFONE (Lisboa) 1069-098 – ZARA PORTUGAL (Lisboa)

Códigos postais reservados para as habitações e outras entidades sem códigos postais reservados

Para um comum dos mortais, os primeiros 4 dígitos de um código postal vai terminar em 0 ou 5. Com excepção já acima referida dos CTT, que tem alguns códigos postais terminados em 0 e 5.

Abrangência do código postal completo (7 dígitos)

Por vezes existe a ideia que a um código postal completo (7 dígitos) corresponde apenas uma rua. Isso não é (sempre) verdade.

Se em zonas mais populadas uma rua pode ter apenas um código ou até dois ou mais e poderíamos inferir que a cada código postal completo corresponde uma só rua, isso não é sempre verdade, já quem existem zonas menos habitadas e com menos volume postal onde um código postal completo contém muitas ruas.

Por exemplo em Lisboa para além dos 24 códigos postais dedicados a entidades presentes na Av. da República, existem 17 códigos postais ditos normais, nomeadamente: 1050-185 – Impares de 1 a 23A 1050-186 – Impares de 25 a 35 1050-187 – Impares de 37 a 45C 1050-188 – Impares de 47 a 55D 1050-189 – Impares de 57 a 75 1050-190 – Impares de 85 a 101B 1050-191 – Pares de 2 a 18 1050-192 – Pares de 20 a 28A 1050-193 – Pares de 30 a 36F 1050-194 – Pares de 38 a 44D 1050-195 – Pares de 46 a 48B 1050-196 – Pares de 50 a 56D 1050-197 – Pares de 58 a 68 1600-205 – Pares de 70 a 84C 1600-206 – Pares de 88 a 108A 1050-243 – Impares de 77 a 83C

Já em Afife o código postal 4900-012 corresponde a 123 artérias, nomeadamente: Calçada de Fonte Gatenha, Calçada de Monte Agudo, Caminho da Agrela, Caminho da Armada, Caminho da Bandeira de Baixo, Caminho da Bouça Boa, Caminho da Cabriteira, Caminho da Cividade, Caminho da Costela, Caminho da Cova da Raposa, Caminho da Empostalha, Caminho da Fonte do Forno, Caminho da Gamosa, Caminho da Gatinhosa, Caminho da Lapa, Caminho da Maruja, Caminho da Pedralva, Caminho da Pedreira, Caminho da Perre, Caminho da Pioca, Caminho da Poça, Caminho da Presa, Caminho da Revolta, Caminho da Ribela, Caminho da Rocha, Caminho da Senra, Caminho da Sobreira, Caminho da Tomenga, Caminho da Trajinha, Caminho da Venda, Caminho das Fontainhas, Caminho das Laranjeiras, Caminho das Pegas, Caminho das Presas, Caminho de António, Caminho de Gresalde, Caminho de Linhares, Caminho de Monte Agudo, Caminho de Monte Agudo de Cima, Caminho de Paranhos, Caminho de Quelhões, Caminho de Sapião, Caminho do Agro, Caminho do Barridal, Caminho do Barroso, Caminho do Cabecinho, Caminho do Calvário, Caminho do Cavalinho Morto, Caminho do Cotelo, Caminho do Cruzeiro, Caminho do Cruzeiro da Matança, Caminho do Cruzeiro do Val, Caminho do Espinhal, Caminho do Facho, Caminho do Galinheiro, Caminho do Loureiro, Caminho do Marinho, Caminho do Mirandeiro, Caminho do Molhe, Caminho do Oiteiro, Caminho do Peão, Caminho do Pincho, Caminho do Piroleiro, Caminho do Poço, Caminho do Regato, Caminho do Rio, Caminho do Sanguinhal, Caminho do Telheiro, Caminho do Tojeiro, Caminho do Trá-Lo-Castro, Caminho do Valadouro, Caminho do Viso, Caminho dos Burros, Caminho dos Cortiços, Caminho dos Cruzeiros, Caminho dos Ferreiros, Caminho dos Lourreiros, Caminho dos Moinhos de Cabanas, Caminho dos Penedos, Caminho dos Pretos, Carreiro de Fonte Pedrinha, Carreiro de João, Carreiro de Ovídio, Estrada de Cabanas, Largo da Armada, Largo da Fonte da Gamosa, Largo da Pedreira, Largo de Cabanas, Largo do Peão, Quelha da Torre, Quelha de Senra, Quelha do Alambique, Quelha do Cabecinho, Quelha do Loureiro, Quelha do Pincho, Quelha do Vale do Rio, Quelha dos Pretos, Travessa da Alívio, Travessa da Armada, Travessa da Bandeira, Travessa da Cruz Nova, Travessa da Gatinhosa, Travessa da Lapa, Travessa da Presa, Travessa da Senra, Travessa da Sobreira, Travessa da Venda, Travessa das Laranjeiras, Travessa de Fonte Gatanha, Travessa de Trá-Lo-Crasto, Travessa do Barridal, Travessa do Barroso, Travessa do Cabecinho, Travessa do Calvário, Travessa do Loureiro, Travessa do Oiteiro, Travessa do Piroleiro, Travessa do Telheiro, Travessa do Tojeiro, Travessa dos Penedos, Urbanização da Bela Vista, Urbanização de Bouça Cabrita, Urbanização de Cabanas

Tabela de Códigos Postais Pode encontrar a tabela dos códigos postais actualizada na página de internet dos CTT (após registo) aqui

Quantidade de Códigos Postais Existentes

Existem 750 códigos postais com 4 dígitos e existem 197.834 com 7 dígitos. Desses 4.550 são dedicados a entidades e 193.284 são para habitações e outras entidades. Existem 316.329 linhas no ficheiro oficial dos códigos postais dado quem existe mais que uma artéria para alguns códigos postais (como em Afife) e o ficheiro contém múltiplas artérias existentes para cada código postal.

A distribuição por distrito e ilhas dos códigos é a seguinte: Lisboa – 34.572 códigos postais completos, Porto – 31.680, Setúbal – 14.683, Aveiro – 13.670, Braga – 13.593, Leiria – 10.906, Santarém – 10.875, Coimbra – 9.137, Viseu – 9.056, Faro – 6.996, Viana do Castelo – 5.992, Castelo Branco – 4.927, Beja – 4.729, Évora – 4.233, Ilha da Madeira – 4.192, Vila Real – 4.062, Guarda – 3.942, Portalegre – 2.987, Bragança – 2.961, Ilha de São Miguel – 2.049, Ilha Terceira – 905, Ilha do Pico – 405, Ilha de São Jorge – 354, Ilha do Faial – 214, Ilha de Santa Maria – 193, Ilha da Graciosa – 192, Ilha das Flores – 165, Ilha de Porto Santo – 138, e por fim a Ilha do Corvo com apenas 26 códigos postais.

Já os dez concelhos com mais códigos postais são: Lisboa com 9.166 códigos postais, Sintra – 5.047, Porto – 4.297, Cascais – 3.840, Vila Nova de Gaia – 3.556, Coimbra – 3.044, Loures – 2.878, Guimarães – 2.877, Leiria – 2.826 e por fim Santa Maria da Feira com 2.724. Os concelhos com menos códigos postais são: Corvo com 26 códigos postais, Terras de Bouro – 56, Lajes das Flores – 62, Barrancos – 63, Porto Moniz – 63, Gavião – 72, Mourão – 75, Castanheira de Pêra – 78, Figueira de Castelo Rodrigo – 83, Murça – 85.

As Entidades com mais códigos postais são: REPARTIÇÃO DE FINANÇAS – 57 com códigos postais dedicados, CONSERVATÓRIAS – 37, TRIBUNAL JUDICIAIS – 36, POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA – 29, GNR – 25, CENTRO DE SAÚDE – 17, PT COMUNICAÇÕES (MEO) – 16, CENTRO REGIONAL DE SEGURANÇA SOCIAL – 15, EDP – 12 e por fim DIRECÇÃO GERAL DE VIAÇÃO – 11.

As artérias mais comuns em Portugal (medidas por os primeiros 4 dígitos distintos) são: Rua 25 de Abril com 310 artérias distintas ,Rua 1º de Maio – 278, Rua da Igreja – 272, Rua de Santo António – 262, Rua da Escola – 252, Rua das Flores – 246, Rua da Fonte – 241, Rua Nova – 236, Rua 5 de Outubro – 236 e por fim Rua Luís de Camões com 227 artérias distintas

submitted by /u/IusedToButNowIdont
[link] [comments]